ESPECIALIZAÇÃO EM JUVENTUDES – 2ª Edição

ESPECIALIZAÇÃO EM JUVENTUDES – 2ª Edição
pós graduação

Pós-graduação lato sensu de acordo com a Resolução CNE/CES nº 1, de 8 de junho de 2007.

O Curso de Especialização em Juventudes é uma proposta interdisciplinar que pretende capacitar educadores e profissionais diversos que atuam ou pretendem atuar junto a adolescentes e jovens. É uma promoção da Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre, RS e contará com o apoio do Observatório Juventudes PUCRS. Será oferecido em 2017 e 2018 em sua segunda edição.

  1. Introdução

Vivemos um momento privilegiado no Brasil. Pela primeira vez o número de jovens ultrapassa o de outras faixas etárias, inclusive de crianças e adolescentes. Além de um dado estatístico, é um desafio e uma grande oportunidade. Mais que isto, o ano de 2016 mostrou diversas juventudes assumindo um papel de protagonismo, com resistência e esperança em diferentes cenários sociais e políticos em nosso país.

Grandes mudanças acontecem no mundo.  Edgar Morin diz que precisamos viver a esperança no meio de muita desesperança. Para tanto ele aponta seis grandes princípios que apontam os rumos para enfrentar os desafios.  São eles:

  • princípio vital: a vida sempre tem capacidade de regeneração;
  • princípio do inconcebível: a liberdade humana não é determinada, por isso é capaz de conceber o inconcebível;
  • princípio do improvável: o que hoje não tem nenhuma condição de acontecer, amanhã acontece;
  • princípio da salvação: onde há perigo, há salvação;
  • princípio da toupeira: grandes transformações estão sendo gestadas nos subterrâneos do mundo e em determinado momento aflorarão à superfície;
  • princípio antropológico: a capacidade humana de amar é muitíssimo maior do que o que vivemos hoje.

A vivência destes princípios é vital para quem quer entender os fenômenos juvenis visando a emergência de práticas que contribuam para a atuação mais eficiente e eficaz junto aos jovens contemporâneos.

  1. Objetivos Geral e Específicos

2.1. Objetivo Geral

Analisar e compreender as juventudes e os diferentes fenômenos a ela associados a partir de olhares multidisciplinares, buscando capacitar-se para realizar um trabalho junto à diferentes realidades na perspectiva do desenvolvimento de expressões juvenis de autonomia e protagonismo na contemporaneidade.

2.2. Objetivos Específicos

– Compreender os jovens e as juventudes a partir de uma perspectiva sócio-histórico-cultural;

– Analisar os contextos juvenis e suas relações com fenômenos e problemáticas contemporâneos, como a relação com as tecnologias digitais, afetividade, sexualidade e gênero, perspectivas de projeto de vida, educação e mundo do trabalho entre outros;

– Fortalecer o trabalho de organizações, entidades e instituições educativas que atuam na área das juventudes, pela via da qualificação dos seus recursos humanos;

– Conhecer e propor metodologias de pesquisa e intervenção juvenil na perspectiva da elaboração de projetos e na proposição e defesa de políticas públicas para a juventude;

– Contribuir para a qualificação de práticas pedagógicas na atuação junto às juventudes em diversas instituições;

– Fomentar a produção e a divulgação de conhecimentos sobre as juventudes contemporâneas.

  1. Público-alvo

Profissionais com graduação de nível superior que atuam com as juventudes: agentes e gestores do setor público e privado, fundações, igrejas e empresas que desenvolvem projetos com os jovens, assistentes sociais, educadores, professores e agentes de pastoral.

 

Informações
Saiba tudo sobre o curso

PROGRAMA

Os conteúdos do curso serão abordados a partir das seguintes dimensões:

Dimensão Histórica e Conceitual

A contemporaneidade e as mudança de época
História das Juventudes nas civilizações ocidentais
Conceito de juventudes e culturas juvenis
Abordagens sociais sobre as juventudes

Dimensão da Intersubjetividade

Processos de subjetivação e a construção de identidades
Construção de gênero e as relações entre sujeito e sociedade
A produção de um corpo juvenil: afetividade e sexualidade
Relações de alteridade juvenis: família, amizade e grupos;
Raça, etnia e processos de reconhecimento social

Dimensão Cultural

Culturas Juvenis e sua produção estética
Estilos, símbolos, marcas e expressões
Mídia e Comunicação na construção das juventudes
Jovens, redes sociais e tecnologias da informação

Dimensão Social

Os jovens e a escola: análises de um fenômeno complexo
Juventudes, projetos de vida e o mundo do trabalho
Juventudes: drogadição, violência e criminalidade.

Dimensão Religiosa

Juventudes e fenômeno religioso
Fé, resiliência e práticas de transcendência
Religião, Religiosidade, Espiritualidade e Fé

Dimensão Econômico-politica

Juventudes e consumo: sujeitos na economia
Políticas Públicas de Juventude no Brasil: história e contextos
Estatuto da Criança e do Adolescente
Estatuto da Juventude
Participação Social e Política das Juventudes
Os Novos fenômenos de participação social

Dimensão Metodológica

Metodologia de Trabalho com Jovens

CORPO DOCENTE

A coordenação do curso é feita de forma colegiada pelos seguintes professores:

– Márcio Freitas do Amaral – Doutor em Educação pela UFRGS

– Marcos Sandrini – Doutor em Educação pela PUC/RS

– Maurício Perondi – Doutor em Educação pela UFRGS

– Renato Ferreira Machado – Doutor em Teologia pela EST

– Susana Rocca – Doutora em Teologia pela EST

Corpo Docente

– Carmem Maria Craidy – Doutora em Educação pela UFRGS.

– Cármen Silveira de Oliveira – Doutora em Psicologia pela PUC de São Paulo.

– Cristiane de Oliveira Pereira – Doutora em Serv. Social pela PUC/RS.

– Fabrício Pontin – Doutor em Filosofia na Southern Illinois University at Carbondale.

– Giovane Scherer – Doutor em Serviço Social pela PUC/RS

– Hilário Dick – Doutor em Letras pela UFRJ.

– Leandro Rogério Pinheiro – Doutor em Educação pela Unisinos

– Lucas Graeff – Doutor em Etnologia e sociologia Comparada pela Université R. Descartes, Paris V, Sorbonne, França

– Lucas Henrique da Luz – Doutor em Administração pela UNISINOS.

– Lúcio Antonio Machado Almeida – Doutor em Direito pela UFRGS

– Marilene Maia – Doutora em Serviço Social pela PUC/RS

– Miriam Pires Correa de Lacerda – Doutora em Educação pela UFRGS

– Moisés Sbardelotto – Doutor em Ciências da Comunicação pela UNISINOS

– Pedrinho Guareschi – Doutor em Psicologia Social pela University Wisconsin at Madison, Estados Unidos

– Ronaldo Zacharias – Doutor em Teologia em Cambridge – USA

 

METODOLOGIA

  • O curso terá a duração de 360 (trezentas e sessenta) horas. Ele está organizado em dimensões e não em disciplinas. Algumas dimensões poderão ser orientadas virtualmente nunca ultrapassando 20% de todas as dimensões do curso de acordo com a Portaria Ministerial 4.059 de 10 de dezembro de 2004.

 

  • Durante o curso, cada participante escolherá um(a) professor(a) do próprio curso para orientá-lo no aprofundamento de um tema que será convertido em artigo científico. As normas para realização deste artigo serão apresentadas na disciplina de Metodologia da Pesquisa.

 

  • Haverá visitas a espaços e a projetos com jovens na linha da interação entre teoria e prática.

 

ORGANIZAÇÃO E MODALIDADE

Organização do Curso

A organização do curso atende ao disposto na Resolução CNE/CES nº 1, de 8 de junho de 2007.

 Início: 04 de agosto de 2017.

 Término: 15 de dezembro de 2018

 Carga Horária: 360 hora

 

Modalidade de Oferta

O curso será oferecido quinzenalmente,  nas sextas-feiras das 19h às 22h30 e aos sábados das 8h às 13h, conforme calendário.

novo cronograma

PROCESSO SELETIVO, DOCUMENTAÇÃO E CRONOGRAMA

Processo seletivo

Serão considerados os seguintes critérios de admissão:

– ter formação em nível superior em instituição reconhecida pelo MEC;

– ter concluído até a data da inscrição;

– ter disponibilidade para frequentar, no mínimo 75% de cada disciplina;

– uma carta de apresentação do candidato (1 página), apresentando suas motivações para a realização do curso.

 

Documentação exigida para inscrição

> Cópias do RG e CPF;

> Cópia do comprovante de residência;

> Cópia do Histórico da graduação com data de conclusão ou colação de grau;

> Cópia AUTENTICADA do diploma;

> 01 foto 3×4.

Esta documentação deverá ser entregue pessoalmente na secretaria da Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre ou enviada registrada por correio para:

Secretaria da Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre

Rua Marechal José Inácio da Silva, 355 / 90.520-280 – Porto Alegre – RS

 

Cronograma de Inscrição e Matrícula

  • As inscrições serão recebidas até 20 de julho de 2017.
  • A seleção dos inscritos será divulgada no 21 de julho de 2017.
  • As matrículas serão feitas de 21  a 31 de julho de 2017.
  • As Vagas não preenchidas serão disponibilizadas a partir de 1° de agosto e serão preenchidas por ordem de inscrição até o preenchimento das mesmas.

 

INVESTIMENTO

Por ocasião da matrícula será paga a primeira parcela do curso no valor de R$ 350,00. O restante do curso será distribuído em 20 parcelas de R$ 350,00 com vencimento sempre no dia 10 de cada mês, a partir de agosto de 2017.

Docentes
Quem faz o curso

Seja um aluno Dom Bosco
Vestibular, Extravestibular, Pós-graduação, Convênios. Você tem todas as opções.

Formas de Ingresso

Ao oferecer a sociedade gaúcha os cursos superiores de graduação em Administração, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia Ambiental e Sanitária, Engenharia de Produção e Sistemas de Informação, a Faculdade Dom Bosco de Porto Alegre compromete-se com a formação profissional e pessoal de seus acadêmicos, promovendo uma educação integral com ênfase nos aspectos sociais, culturais e humanos, alicerçada nos conceitos de cooperação, empreendedorismo e responsabilidade social.

Newsletter
Receba novidades da faculdade dom bosco em seu e-mail



Obrigado! Sua inscrição foi enviada com sucesso.

Ops! Ouve um problema. Por favor, verifique os dados e tente novamente.

Copyright 2016 - Faculdade Dom Bosco - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por BigHouseWeb